Perpétuo Socorro - Belo Oriente, 27 de novembro de 2021

29/03 Notícias da Paróquia Domingo de Ramos na Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro
Compartilhar

No último domingo, 28 de março, com a Missa do Domingo de Ramos, demos início à mais uma Semana Santa, a mais importante semana para os fiéis católicos. Contudo, infelizmente, pelo segundo ano consecutivo não teremos conosco aqueles aos quais doamos o nosso servir, o povo de Deus, rebanho de Cristo, por decorrência dos crescentes casos de pessoas infectadas e mortas por influência do coronavírus que a mais de 1 ano vem nos preocupando, e por isso, teremos de celebrar a Semana Maior com a Igreja vazia.

Neste domingo, embora o povo não pudesse comparecer à Missa de Ramos, estiveram ali representados por ramos dispostos pelos bancos, que foram devidamente abençoados, e serão utilizados para o preparo das cinzas da Quarta Feira de cinzas do ano seguinte, como acontece em todos os anos.

Outro Rito tradicional que não pôde ser praticado, foi o da Procissão de Ramos, cujo sentido é mostrar essa peregrinação sobre a terra que cada cristão realiza a caminho da vida eterna com Deus, mas o povo de Deus não deixou de dizer a Jesus “Hosana ao filho de Davi!”, isso porque Rei dos Reis foi ao encontro de seus filhos através das mãos de nosso pároco Pe. Cláudio, que dedicou toda a tarde e início de noite deste domingo, para levar a Benção do Senhor Sacramentado para todo o distrito, e assim oferecer, uma ponta de esperança aos nossos irmãos nestes dias tão difíceis.

Esse gesto de nosso pároco em todo distrito, foi uma providente expressão da presença de Jesus Sacramentado que serviu para nos lembrar que temos de buscar aumentar a perseverança e a nossa fé em Deus. Este domingo também nos mostrou, que os verdadeiros filhos de Deus não se esqueceram Dele, pois mesmo diante de todas as adversidades, ao ver a face do Senhor esboçaram alegria e/ou confiança, e cada um a seu modo expressou um “Hosana” diferente.

Sabemos também que infelizmente que este período em que não há participação dos fiéis em muitas comunidades, contribuiu com o esfriamento de muitos católicos, alguns se afastaram, outros se tornaram indiferentes à fé, e estão à mercê das “verdades” que o mundo produz. Mas contemplar aqueles que se aprofundaram na fé nestes tempos, muitos nos animou! Neles está a esperança de um recomeço! Estejamos sempre firmes e fortes em oração!

Fica o nosso pedido para que possamos colaborar com as medidas de segurança, de modo a contribuir que esta fase ruim passe logo, e que dela só nos fique o aprendizado.

Equipe de Liturgia e Comunicação
Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro – Belo Oriente (MG)